Instruções de utilização
Vagisan® MoistCream

Creme Vaginal Hidratante
Para a secura vaginal
Creme para aplicação na vagina e na pele da área genital externa

Ingredientes
Água, álcool benzílico, álcool cetostearílico, palmitato de cetilo, ácido láctico, octildodecanol, polissorbato 60, lactato de sódio, estearato de sorbitano.
Vagisan MoistCream não tem perfume.

Indicações
Para aplicação em caso de sintomas de secura na vagina e na área genital externa (sensação de secura, ardor, prurido, pequenas lesões e dores durante as relações sexuais, p. ex. devido a uma deficiência de estrogénio na menopausa). Vagisan MoistCream também pode ser utilizado para facilitar as relações sexuais.

Informações do produto
Vagisan MoistCream é um creme branco, suave, que foi desenvolvido para ser utilizado nos sintomas de secura vaginal. Vagisan MoistCream não tem hormonas (estrogénio) e pode ser aplicado juntamente com terapia de substituição hormonal ou em alternância com cremes vaginais ou óvulos com hormonas (estrogénio). Devido à adição do ácido láctico, o creme tem um pH de 4,5. Vagisan MoistCream ajuda assim a manter o pH natural da vagina. Dois efeitos contribuem para o alívio dos sintomas de secura vaginal com Vagisan MoistCream:
– O creme tem um teor de água elevado, hidratando assim a pele da vagina e na área genital externa
– Lípidos nutritivos (gordura) mantêm a pele suave.

A utilização regular de Vagisan MoistCream pode ajudar a prevenir a irritação e a inflamação na vagina e na área genital externa. O creme pode ser aplicado em caso de secura vaginal antes das relações sexuais. Se desejar engravidar, não precisa de deixar de aplicar Vagisan MoistCream, uma vez que a mobilidade dos espermatozoides não é afetada.

O que deve saber sobre os sintomas de “secura vaginal”
Os sintomas de secura vaginal podem interferir com a qualidade de vida das mulheres afetadas.
A sensação de secura é frequentemente acompanhada por outros sintomas, tais como prurido, ardor, pequenas lesões e dor na vagina, na abertura da vagina e na área genital externa. Em muitos casos, estes sintomas podem causar dor durante a relação sexual.
São particularmente afetadas mulheres na menopausa (que se inicia por vezes a partir dos 40 anos) e nos anos seguintes. Nestes casos, a secura vaginal deve-se a uma diminuição da produção das hormonas sexuais (como o estrogénio). É produzido menos fluido vaginal na vagina e a pele torna-se mais fina e frágil. Apesar deste processo ser perfeitamente normal, pode provocar um mal-estar considerável.
Após cirurgia ao útero ou ovários, durante a gravidez e a amamentação e aquando da toma de pílula contracetiva, as deficiências, flutuações ou mudanças hormonais podem conduzir a sintomas de secura vaginal.
Além disso, algumas doenças metabólicas (como p. ex. a diabetes), medicamentos, radioterapia para o tratamento de cancro e o stress podem estar associados a secura na área genital interna e externa.

Utilização de Vagisan MoistCream
Vagisan MoistCream destina-se a ser aplicado na vagina e na pele da área genital externa. Vagisan MoistCream pode ser utilizado com ou sem aplicador.
Para sintomas na abertura da vagina e na área genital externa, o creme deve ser aplicado com um dedo limpo, aplicando, até várias vezes ao dia conforme necessário, um pouco de creme com cerca de 0,5 cm de comprimento. Pode ser aplicada uma pequena quantidade de creme na área da entrada da vagina, para facilitar a inserção do aplicador.
Vagisan MoistCream pode ser aplicado na vagina utilizando o aplicador fornecido. Encha o aplicador até meio (cerca de 2,5 g de creme, ver também as «Instruções para a utilização com o aplicador»). A aplicação deve ser feita diariamente, de preferência à noite antes de deitar (se necessário, utilize um penso higiénico diário). Depois de os sintomas melhorarem, é possível reduzir a frequência da aplicação, conforme necessário.
O creme pode também ser utilizado antes das relações sexuais ou durante a menstruação.
Se Vagisan MoistCream for bem tolerado, pode também ser utilizado por períodos prolongados e durante a gravidez (sem aplicador; ver as «Instruções para a utilização durante a gravidez») e durante o período de amamentação.

Instruções para a utilização com o aplicador
• Desapertar o êmbolo do aplicador, para que o tubo do aplicador deslize
• Segurar a bisnaga com a abertura voltada para cima; prender o aplicador na abertura da bisnaga
• Encher o tubo do aplicador até meio com o creme (cerca de 2,5 g de creme), pressionando suavemente a bisnaga
• Retirar o aplicador da bisnaga
• A introdução do aplicador na vagina pode ser feita deitada (deitada de costas) ou de pé (como na introdução de um tampão). O aplicador deve ser cuidadosamente introduzido o mais profundamente possível na vagina e o êmbolo do aplicador deve ser pressionado até esvaziar o conteúdo do aplicador na vagina (ver figura)
• Após utilização, limpar o aplicador da seguinte forma: pressionar com força a extremidade esférica do êmbolo do aplicador sobre uma superfície firme. Desta forma o êmbolo é separado do tubo do aplicador. De seguida, limpar o êmbolo e o tubo do aplicador com água quente.

Introdução do aplicador na vagina

vagisan creme hidratante

 

Instruções para a utilização durante a gravidez
Por razões de segurança, durante a gravidez, o aplicador não deve ser utilizado para introduzir creme na vagina. Em vez disso, aplique uma porção de creme de cerca de 2 cm de comprimento na vagina com um dedo limpo.

Observações sobre o uso com preservativos
O creme pode ser usado antes das relações sexuais para aliviar a secura vaginal. Com base nos estudos mais recentes, a resistência à rotura dos preservativos e diafragmas (em látex, poliuretano, poliisopreno) pode ser comprometida com o uso simultâneo de Vagisan MoistCream; como medida de precaução o creme não deve, portanto, ser utilizado com preservativos ou diafragmas.

Efeitos secundários possíveis
Depois da aplicação é possível que ocorram ligeiras reações locais transitórias (como prurido, ardor). Em casos raros, poderá surgir irritação cutânea grave ou reação de hipersensibilidade (p. ex. vermelhidão, prurido, ardor), que poderá prolongar-se. Se estes sintomas persistirem e não melhorarem, não continue a utilizar Vagisan MoistCream e consulte um médico.
Se observar outros efeitos desagradáveis, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Restrições de utilização
Em caso de sintomas graves mais pronunciados devido à secura vaginal, consulte primeiro o seu médico.
Vagisan MoistCream não deve ser utilizado em caso de hipersensibilidade ou alergia a qualquer um dos ingredientes. O creme não deve ser utilizado imediatamente após o parto. No caso de ter uma infeção vaginal (p. ex. fungo vaginal) não deve utilizar Vagisan MoistCream; neste caso consulte o seu médico.
Se a bisnaga ou o aplicador se encontrarem danificados, ou se detetar qualquer alteração na textura do creme, não utilize o produto e informe o fabricante.

Armazenamento e validade
Mantenha Vagisan MoistCream fora do alcance das crianças.
Mantenha a bisnaga fechada. Não conservar acima de 25 °C. Não utilize Vagisan MoistCream após o prazo de validade indicado na cartonagem e/ou na extremidade da bisnaga.
Após a abertura, utilize o creme num prazo de 6 meses.

Tamanhos das embalagens
Amostra com 10 g de creme, tamanho original com 25 g de creme ou 50 g de creme (com aplicador).
É possível que nem todos os tamanhos de embalagem estejam disponíveis no mercado.
O aplicador (com certificação CE) incluído nas embalagens de 10 g e 50 g destina-se à introdução do creme na vagina.

Fabricante
Dr. August Wolff GmbH & Co. KG Arzneimittel
Sudbrackstraße 56
33611 Bielefeld, ALEMANHA
Telefone: + 49 521 8808 05
Fax: + 49 521 8808 334
Email: info@wolff-arzneimittel.de

Distribuidor
Gide Farma – Produtos Farmacêuticos, Lda.
Rua Casal do Canas, 6
2790-204 Carnaxide, PORTUGAL

Dispositivo médico

vagisan nº dm

Data de revisão deste folheto
Abril de 2016


www.vagisan.com

vagisan tabela final